Los investigadores descubrieron más de 130 mil virus con nueva ferramenta informática

Uma equipa de investigadores descobriu mais de 130,000 vírus RNA desconhecidos, devido a uma nova ferramenta informática que permitiu pesquisar sequências virais nos milhões de gigabytes de dados de sequenciamento disponíveos em bases de gené. Com a nova ferramenta, chamada Serratus, foram analisadas 5,7 milhões de amostras biológicas recolhidas em todo o mundo, nos últimos 15 anos, avançou a agência EFE.

A descoberta de mais de 130,000 novos vírus RNA (ARN em português, de acid ribonucleico), publicado en la revista Nature, representa um aumento de até 10 veces do number of espécies virais de RNA descritas até ao moment.

O Serratus, desenvolvido pela equipa multidisciplinar de cientistas, é uma ferramenta de computação em nuvem (‘cloud’) que, utilizando um grupo de 22.500 procesadores de computador, permitiu buscas massivas de sequências di s viraiõs de versías de versía giga bases de dados genetics .

Un análisis detallado de certas famílias virais permitiu a descoberta de mais de 30 nuevas especies de coronavírus, incluyendo ejemplos de vertebrados acuáticos, como peixes e anfíbios, cujos coronavíum desactem espécies de coronavírus, incluyendo ejemplos de vertebrados acuáticos, como peixes e anfíbios, cujos coronavíum desact rusí sect í ras de presentavam mas que não tinha ainda sido detetada em coronavírus.

No Instituto de Biologia Molecular y Celular de Plantas de Valência (IBMCP), o Serratus foi used para analisar o vírus causar da hepatite D humana, um agente viral chamado Delta, que tem um genoma de tamanho mínimo eida origem desconhec Un análisis permitió que el investigador Marcos de la Peña Rivero detectara virus similares en muchos animales, incluidos los invertebrados. “Sorpreendentemente, aquellos virus también encontrados em amostras recolhidas em lagos e solos, por todo o mundo, e cujos hospedeiros seriam desconhecidos até ao moment”, explicou o investigador.

READ  IOS te permitirá elegir la aplicación de música predeterminada del sistema

Una base de dados de todos los virus descobertos neste trabalho eo conjunto de ferramentas desenvolvidas estão disponíveis de forma livre e aberta em www.serratus.io. De acuerdo con los científicos, esta ferramenta puede ser de gran utilidad para caracterizar una diversidad planetaria de todos los virus existentes, permitiendo antecipar posibles nuevas pandemias.

A equipa que levou a cabo este trabalho inclui, entre outros, researchers do IBMCP (Espanha), do Instituto de Estudos Teóricos de Heidelberg e do Instituto Max Planck de Biologia (Alemanha), do Instituto Pasteur (França) e da Califóriada Estados Unidos) .

Gualtiero Varas

"Emprendedor. Aficionado incurable al twitter. Gamer. Aficionado apasionado de la cerveza. Practicante de la web. Estudiante típico".

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Back to top